sábado, 19 de março de 2016

TEXTO: Meu jovem e Paternal Coração (de Deus Pai e de Jesus, seu Filho)

Tradução: Daiana Pinheiro
11 de março de 2016
A doce presença de nosso Senhor Jesus Cristo seja com todos vós, moradores do coração.
Bem, eu tenho algo muito especial para compartilhar com vocês esta noite. Ezequiel teve uma visão de Deus Pai e de uma palavra Dele, e é muito, muito suave e bonita. Então, eu vou em frente e compartilhar  para vocês.
(Ezequiel) Instantaneamente em oração, eu vi Deus Pai: Abba, Papai. E Ele está segurando o menino Jesus em seus braços. Ele faz exatamente da mesma forma que um jovem pai faria ao segurar seu filho recém-nascido, uma vez que a parteira coloca este minúsculo bebê, envolto em seus braços. Ele tinha um tal olhar de admiração e espanto puro! Você poderia apenas ouvir audivelmente,  Ele suavemente dizendo, através de lágrimas enevoadas de alegria: "Olá. Eu sou o seu pai."
E o minúsculo bebê instintivamente move sua pequena cabeça para o peito de seu pai, em parte delineado por tal amor poderoso e calor exalando para fora do coração do Pai. E também, assim como instintivamente, ele está à procura de seu primeiro pedaço de alimento no peito.
Relutante, o jovem pai radiante coloca a criança, sempre muito gentilmente nos braços de sua mãe .Oh, que belo e maravilhoso momento os três compartilham! O profundo amor que o jovem casal sente  nestes momentos celestiais um pelo outro. Através de todo esse tempo, tendo esperado e orado, alimentado e mimado, mesmo tocando e cantando para o pequeno enquanto ele ainda estava no útero. E agora os meses de espera e antecipação nervosa deram lugar a uma cascata maravilhosa de lágrimas felizes e "eu te amo" falado repetidas vezes tão profundamente.
Então, agora, estou de volta para a imagem do próprio Deus, segurando seu filho verdadeiro e encantador, pela primeira vez dessa maneira.
Deus Pai começou:
"Agora, eu quero que você considere um par de coisas. Em primeiro lugar, houve um momento extremamente importante que acaba de ter lugar entre esta nova criança, e seu novo Pai. Além disso, com sua mãe, também. Mas por agora, vamos considerar estes primeiros momentos entre pai e filho. Por quê?
"A segunda coisa que eu realmente e profundamente quero que você considere é esta profunda verdade: cada um e cada vez que eu olho para você, você sabe o que é a primeira coisa  que eu vejo Independentemente do que você tenha ou não ter feito? Em sua vida até este ponto? Você tem a menor ideia do que eu vejo quando eu vejo você?
"Quando eu levo  tanto tempo, olhando amorosamente: tanto quanto uma jovem mãe que deixou seu precioso tempo de lado e o seu cochilo da tarde, e, em seguida, ela para de repente na porta e simplesmente olha para trás para seu pequeno tesouro, admirando e adorando os minúsculos detalhes, os dedos pequenos e minúsculos, pequenos dedos do pé. Aqueles lábios delicadamente entre as pequenas bochechas redondas. Eu poderia continuar e continuar falando sobre isso...
"Meu ponto. Minha profunda verdade em tudo isso é simplesmente dizer que eu sou aquela jovem mãe. Sim! Sim! Eu sou! Só por um momento fugaz, eu me permito ser tão jovem, inocente, puro, inexperiente e jovem pela primeira vez um Pai totalmente impressionado. Oh, como eu te seguro tão ternamente conforme eu respiro meu Espírito de vida em você pela primeira vez! Se você só pudesse ver os dias, semanas e meses que eu passo sobre você, gerando você desde o ventre e dizendo: 'Este é meu!' Sim, mesmo alegando que você vem do ventre de sua mãe, tão extasiado estou com a sua pequena alma. Assim, tão pouco. Então frágil. Então intocado, puro desde o fôlego de seu Deus.
"Como eu amo vê-lo ir, como mais um transportador de meu próprio coração e alma, com enorme, terreno potencial eterno! E como lamento vê-lo ir, sabendo muito bem exatamente o que espera  por você neste mundo caído pecaminoso que você foi nascerá.
"Alguns disseram que eu sou um romântico incurável Oh, não. Isso é tão longe da verdade real, de quem eu sou... Pelo contrário, sou o absoluto e completo amor esperançoso!
"E assim, talvez você possa começar por tentar olhar para si mesmo através de um conjunto diferente de lentes. Um conjunto diferente de olhos. Um coração diferente. Meus olhos. Meu coração. E quando o inimigo de sua alma vem com suas mentiras e distorções e falsas acusações e falar de culpa ... lembre-se: do meu olhar longo, amando o tesouro mais precioso e inestimável do meu coração: que é você...
"Então, venha. Voltemos a  razão de tudo isso. Embora seus pecados sejam como a escarlata, vou fazê-lo branco como a neve. Vou tirar o coração de pedra de dentro de você e substituí-lo com um coração macio, coração de carne recém-nascida. Transbordando com o meu próprio amor puro por você e todos aqueles que você vai encontrar".

Nenhum comentário:

Postar um comentário