terça-feira, 2 de novembro de 2021

Fazendo a Comunidade Trabalhar

Fazendo a Comunidade Trabalhar
Making Community Work
02 de Novembro, 2021

Senhor, dá-nos paciência para trabalharmos juntos e nos unir como uma família. Vamos trabalhar com compreensão, amor e compaixão em nossos corações, enquanto iluminamos o caminho para o Seu reino celestial. Amém.

Mãe Maria começou a falar: “Solidariedade, é aqui que reside a sua força. Todos vocês estão na mesma página. E é melhor torná-lo voluntário, para que os corações estejam totalmente unidos e na mesma página. É aqui que a maioria das comunidades e grupos erram. Eles não têm solidariedade. Porque você escolheu as formas menos gloriosas de proceder, apenas os autênticos estão interessados. Eles querem estar aqui pelos motivos certos.


“À medida que você continua a se manter unido, você será mais forte. O que você fez certo é encorajar cada alma em seus dons e dar-lhes o que precisam para realizá-lo. Se você pode dominar a sua própria natureza carnal, você constrói um muro de solidariedade ao seu redor.

“Quando uma alma não funciona, isso se torna gritantemente óbvio. É quando você precisa agir, antes que eles derrubem outras almas. Cultivar uma comunidade é como manter um jardim bonito, rico e saudável. Você faz muito ao remover as pedras do solo, o corrigir com nutrientes e remover as ervas daninhas que brotam. Isso areja e mantém o solo leve e bem regado. Então, você terá um jardim rico e produtivo, é isso que este lugar está se tornando.

“É essencial que cada pessoa tenha um verdadeiro momento de encontro com Jesus. Deve haver uma conexão e conhecimento de meu Filho ou eles não entenderão a dinâmica da vida em comunidade e os atributos necessários para ter sucesso. Tudo, e eu quero dizer tudo, depende de uma intimidade cada vez mais profunda com ele.

“Meus queridos, quando vocês vencem os seus pecados pessoais, e quando digo vencer, não quero dizer completamente erradicados, quero dizer, quando vocês reconhecem seus pecados e estão ativamente mantendo uma vigilância sobre si mesmos e consertando seus caminhos, vocês estão prontos para viver em comunidade. Não se trata de fazer transições suaves, mas de render-se cada vez mais um ao outro no amor fraternal.

“É por isso que aqueles que se opõem a vocês visam os indivíduos e até os mais fracos. Ao entrar nos mais fracos, eles podem ser usados para causar divisão e divisão é o começo de problemas reais. Mas com membros maduros que conhecem melhor e viram o inimigo em ação, eles identificam essas fraquezas e trabalham com o indivíduo, mesmo intercedendo por eles. Sem rancor, sem crítica, sem condenação, apenas oração e bondade até que a alma se recupere. Esta é uma forma bem-sucedida de construir a comunidade. ” 

Nenhum comentário:

Postar um comentário