segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

O Antídoto da Xícara de Chá do Senhor para o Ciúme Espiritual

O Antídoto da Xícara de Chá do Senhor para o Ciúme Espiritual

The Lord's Teacup Antidote to Spiritual Jealousy

16 de janeiro, 2017

Que a doce presença de Jesus nos encha sempre até transbordar, para que não tenhamos necessidade dos louros dos homens! Neste mundo, vamos ser continuamente confrontados com exemplos daqueles que superaram muito mais do que a nós e que têm se destacado em suas realizações. Às vezes, essas vitórias vêm com um grande preço pessoal, mas o que quer que significasse tanto para eles nesse mundo, eles estavam dispostos a desistir de seguirem seus sonhos. Na vida espiritual, não é diferente. Nós sempre iremos nos deparar com aqueles que amam a Deus mais do que a nós, ou pelo menos aparentam ser assim. Seus sacrifícios parecem muito maiores que os nossos e talvez até sejam. O Senhor nos deu esses santos exemplos para que pudéssemos ser inspirados a imitar essas virtudes. Mas os demônios continuam tentando causar uma reação de inveja e ciúme. Queridos, temos uma escolha a fazer: celebrar as grandes vitórias dos outros? Ou irmos embora, enfurecidos e ciumentos, até mesmo repreendendo a Deus: “Por que não eu? O que há de tão especial neles?”

Que triste estado de situação. Deus nos dá exemplos para comemorarmos, e estamos ressentidos e amargurados? Aprendi o segredo de evitar este veneno há muito tempo, embora Satanás nunca desista de procurar oportunidades para me temperar. Mas graças a Deus, eu escolhi o armário de vassoura com o meu Amado. Eu escolhi ser aquele que esfrega Seu chão e se esconde no armário da lavanderia até que Ele venha me ver. Por quê? Porque eu não me importo com os louros ou aplausos do mundo. Eu me preocupo apenas em fazer Meu Jesus feliz, em ter Sua doce companhia, em ter tudo Dele. E assim eu espero no armário de vassouras enquanto outros são anunciados nas cortes reais e recebendo as suas coroas.

Os perigos que acompanham essas realizações são um espírito de ambição que pode entrar e nos fazer querer coisas muito além de nós. E querer realizações mais do que queremos. Isso é algo que sempre precisamos estar atentos. Estou feliz quando posso ver exemplos de almas tão completamente pertencentes a Jesus, fazendo grandes façanhas em Seu nome. Pessoas como Heidi Baker e outros que são anônimos, mas bem conhecidos no mundo espiritual, tanto pelos maus quanto pelos santos. Alguém disse uma vez que alguns de nós são xícaras de chá, alguns são baldes, alguns são tambores. Deus nos criou a todos em diferentes capacidades.

A xícara de chá é pequena, diminuta e detém bem pouco. O barril detém um enorme volume de água para encher as Chaleiras e xícaras de chá. Mas o barril nunca é colocado nos lábios do Senhor, apenas a pequena xícara de chá. Eu encontrei o lugar da felicidade e da paz supremas em meu ‘status da chávena de chá’. Isso não significa que eu não queira crescer e ser inspirada por outros que são muito maiores e mais dedicados. Mas eu quero é ser quem Deus me criou para ser. E de alguma forma o armário de vassouras é mais reconfortante do que os tribunais reais. E eu sei como uma criança em crescimento, que eu sempre, sempre evito competições.

Eu vi a brutalidade daqueles que eram melhores do que outros, e as coisas que eles fizeram. E eu vi o que aconteceu com as personalidades daqueles que eram humildes e gentis, mas que se envolveram em competições, e viraram, e mudaram, e se tornaram viciosos em protegerem seus status. Algo sobre isso me deixa realmente doente. A pequenez do ninguém é mais reconfortante para mim do que os príncipes que são acompanhados por grande fanfarra. E algumas pessoas são chamadas a ser príncipes acompanhados de grande fanfarra e isso é maravilhoso, isso é um cumprimento do que Deus os criou para serem!

Eu adoro esse meu lugar. E deste ponto de vista eu posso aplaudir aqueles que são muito mais realizados e dedicados. Eles estão fazendo o que eu nunca fui capaz de fazer, até agora. Eu posso ver o bem que eles fizeram para o Senhor e aplaudi-los, “Oh, bom para você! Você lhe trouxe alegria! Você ajudou a salvar almas! Você curou. Bom para você!”

Eu também posso dizer ao Senhor Jesus: “Faça-me disposta a estar disposta, a dar mais por amor a Você.”

Mas ainda assim, encontrando minha alegria em minha pequenez, minha insuficiência é muito libertadora. Estou livre para contemplar o grande amor que o Rei tem por Sua pequena serva sem os emaranhados de ambição e as políticas da corte real. Eu quero te amar, Jesus, e ser totalmente cega para o que o mundo aplaude. Se eu vejo a virtude muito além da minha, quero aplaudi-la, mas depois volto meu olhar para Ele perguntando: “Jesus, o que mais posso fazer por você?”

Neste ponto, eu fugi de dizer mais coisas e o Senhor começou a falar:

“Você escolheu sabiamente, Minha pomba. De fato, você viu as façanhas extraordinárias de Meus filhos e se alegrou nelas. Você não pediu nada de Mim além do Meu amor, e quão pura é essa qualidade que Eu adoro em você?”

“No entanto, ainda existem áreas para você ganhar a vitória em Mim. Aqueles virão tão facilmente para você se você se aproveitar do armário de vassoura, Não olhando nem para a direita nem para a esquerda, mas esperando lá no escuro silêncio para o Meu retorno.”

“Clare, tudo depende do amor. Um amor que você não pode gerar para Mim. Devo dotá-la sobrenaturalmente com esta graça de Me amar. Mas aqueles que foram perdoados muito também amam muito. Vocês apreciam ser resgatados da depravação da qual Eu os resgatei. Você frequentemente obtém lições de suas falhas coMigo. E por esta razão, o seu amor é profundo e grande, embora você não se conecte com ele até que realmente lhe importe, e então ele te traz de joelhos em contrição abjeta.”

“Como Eu desejo que todos vocês, Meus Filhos, permaneçam neste lugar de humildade, onde tão pouco pode ser perdido. No entanto, muitos de vocês aspiram a ser elevados, elevados e elevados. Posso dizer que este é um estado de espírito perigoso? É a pequenez que Me agrada mais. E é uma verdade que a xícara de chá toca Meus lábios, enquanto que o barril espera fora coletando água.”

“Ó Meus Filhos, o mundo é tão oposto ao Céu. No Céu todos são pequenos e as estações mais altas são ocupadas pelos mais humildes. É por isso que Eu dobrei meus joelhos para lavar os pés dos Meus discípulos. O maior dentre vós será servo de todos. Não que você deva aspirar à grandeza e tomar sobre si mesmos para serem o serviço de todos. Não, Eu peço que você seja autêntico, seja quem você realmente é. Pelo contrário, você deve aspirar à pequenez, menor e menor, sem nada que vale a pena roubar. Esta é a postura espiritual mais segura, sendo tão pequena que até mesmo os demônios evitem você, porque você é de pouco valor.”

“Não só isso, mas Meus anjos correm para proteger os pequeninos. Ansiar por ser um pouco é uma ambição digna. Aquele cujo coração é bem pequeno, só há espaço para Mim. Aquele que está bem satisfeito com sua pequenez, o ciúme nunca encontra um ponto de apoio. Você fica com ciúmes de alguém maior do que você. No entanto, se você deseja ser o menor, o ciúme não tem apoio no seu ser e você está livre para Me divertir ao máximo.”

“Sim, Minhas pequenas xícaras de chá, permaneçam pequenas, é a Minha alegria levantar-vos aos Meus lábios.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário