terça-feira, 2 de abril de 2019

Trecho do Livro: Hannah e a Armadura de Deus - parte 2

Trecho do Livro: Hannah e a Armadura de Deus-Parte 2
2 de abril de 2019

Senhor, obrigado por nos dar tudo o que precisamos nesta vida! Nenhuma arma forjada contra nós prosperará. SEM machucar, nenhuma ferida é tão profunda que Seu amor não é ainda mais profundo. Obrigado por seu amor curativo. E pelas proteções que você projetou apenas para nós contra as feridas do inimigo. Amém.

Nós vamos continuar aqui com a parte 2 da história de Hannah. Eu queria dizer aqui, antes de lê-la, que boa parte das palavras proferidas por Jesus em parte deste texto foi tirada diretamente de um ensinamento que Ele deu à nossa Clare em setembro de 2016. Essa parte está marcada na cópia escrita, tanto no começo quanto no final daquela parte com um asterisco. * Se você quiser ler toda a mensagem, ela se chama Guerra Espiritual: 10 - A Armadura de Deus. E foi dada em 13 de setembro de 2016.


Apenas para recapitular a partir do final da parte 1, Jesus tinha formado uma espécie de "tela de TV flutuante" no ar na frente deles, e para Hannah estava sendo mostrada alguns de seus últimos dias com sua família.

As cenas mudaram para a noite dos argumentos de seus pais, as perguntas que Evan lhe fez e a amargura mortal que nutria em seu coração por eles. Ela via agora que todo pensamento feio, cada recusa em perdoá-los era estimulado por outro demônio. Toda vez que ela concordava com isso e fazia isso, outra criatura feia entrava pela porta e a Espinheiro da Amargura ficava ainda maior.

Finalmente, ela viu o escritório e a troca lá. Foi a mesma coisa, de novo e de novo. Só que desta vez, Jesus fez outra coisa com a foto e ela também pôde ver uma cópia dele, mas sem barba.

Confuso, ela olhou para Ele e disse.

"Espírito Santo, Amado." Ele riu. "Meu Espírito Santo”.

"Eu observo agora."

Então o Espírito Santo começou a combater cada palavra que os demônios diziam. Se eles diziam para apressar-se, Ele dizia para esperar. Se eles diziam para estar com raiva, Ele dizia para amar. Ela podia ver sua alma ouvindo os dois e sua mente tentando decidir qual das vozes ouvir.
Isto eu pude captar. Que ela se lembrava disso!

“Acho que entendo, Senhor!” Disse ela, satisfeita. Parecia uma boa nota em um jornal da escola. “Eu tive a escolha. Eu ainda tive tempo de fazer a escolha. Eu me lembro disso também. Era eu quem escolhia quem ouvir.”

De certo modo, mesmo que eu pudesse sentir aquelas vozes - o Espírito Santo - me incentivava a ir para o outro lado. Foi o que eu entendi!

“Mas ... agora, como faço para tirá-los de novo? E se livrar dessa planta horrível? Ela estremeceu novamente. "E aquelas criaturas horríveis?"

Um outro pensamento veio, desta vez acompanhado de uma dor aguda em seu coração. "Sinto muito, Senhor. Você vai me perdoar por estragar o seu ... o meu jardim?”

Seus olhos brilharam quando Ele sorriu para ela. “Certo, minha doce. Muito bem, você só tinha que me pedir. Quanto a se livrar deles, você já deu o primeiro passo, querendo isso. Isso é bom, querida. Isso é bom!

“Venha, fique diante de Mim. Eu fiz provisão para tudo que você precisa para viver para o Meu Reino, para resistir a este inimigo, e afastá-lo quando você tiver caído. Lembre-se disso! A vitória é sempre minha. E assim, é sua também.

"Eu gostaria de lhe dar uma coisa agora."

Ela estava diante dele e um pedaço de metal de armadura romana apareceu em suas mãos.

“Eu coloco em você agora Meu Capacete da Salvação.

"Quando você estiver usando, você saberá que você não pertence a este Mundo - você é agora um cidadão do Céu. Você irá para a batalha como alguém que já é Vitoriosa, porque você renasceu e foi redimida por um poder muito maior do que os servos de Satanás. Não há dúvida sobre quem vai ganhar, sua mente está protegida contra as astúcias do inimigo.

“Agora você sabe que eu moro em você; você sabe que eu superei todas as coisas. Você sabe que o
inimigo está na coleira, preso em minha própria mão. Mas o conhecimento mais importante de todos é que você pertence a Mim e eu já venci todas as batalhas contra as trevas. Não importa o quanto isso pareça para você ".

Outra peça da armadura surgiu em suas mãos. Ele levantou-a e sobre a cabeça dela, alcançando cada lado dela para fixá-la no lugar.

* “Agora eu te dou a Couraça da Justiça, que protege aquele lugar interior, seu coração, onde eu tenho residido. Sua consciência, se estiver clara e limpa comigo, não tendo nada para acusá-la. O Acusador, como é chamado, não pode fazer com que você fique fraca de coração.

"É nas questões do coração – nas suas emoções - que uma pessoa fica enfraquecida. Talvez um golpe conhecido como Golpe Certeiro, pode atingir o lugar da alma e onde ela habita. Esses órgãos afetam suas emoções, e se eles estão vulneráveis , você entrará em colapso na batalha e será incapaz de resistir às ciladas do diabo ”.

Para enfatizar Suas palavras agora, Ele colocou uma mão na frente e atrás de seu abdômen, pressionando levemente para que ela pudesse sentir a pressão.

"É por isso que é tão importante examinar sua consciência, confessar seus pecados e se arrepender antes de ir para a batalha. Quando você faz isso corretamente e sabe que está certa comigo, nada poderá impedi-la.

“Nenhuma mentira, acusação, blefe ou arma psicológica pode penetrar nessas áreas sensíveis e fazer com que você se enrole em uma bola e recue.

“A Couraça de Estar Certo com Deus é a sua proteção que todo o sistema, todo o corpo, é capaz de operar em um nível ótimo. Você foi lavada no Meu Sangue e agora está usando a Minha Justiça.”

Toda essa conversa sobre armaduras, batalhas e proteção foi um pouco estressante, mas Hannah não pensaria em interrompê-lo agora com uma pergunta. Ele assumiu o comportamento do Comandante-Chefe do Exército do Céu, e houve uma solenidade inata deste tempo, quase ao ponto de ser uma Cerimônia Sagrada.

Ele continuou, estendendo-lhe um cinto de couro do qual pendia uma grande bainha.

“Eu coloco ao seu redor agora o Cinturão da Verdade, cuja primeira função é proteger seu senso de 'coragem'. Quando você sentir que algo está certo, dentro - no fundo - está concordando com o Meu testemunho da Verdade dentro de você. A segunda função é carregar a Espada do Meu Espírito. Sem a Verdade, você não vencerá a batalha final. Se a Verdade não está do seu lado, não importa o quão pronta você esteja, você é apenas um caniço que balança ao vento. ”

Um enorme escudo retangular apareceu agora. Ele entregou-lhe a Hannah e mostrou-lhe como segurá-lo. Ele ficou no chão e alcançou quase até o topo de sua cabeça, com um conjunto de duas grandes tiras nas costas para o braço dela deslizar. Parecia que pesava muito mais do que ela poderia segurar. Mas testando, ela percebeu que ele era leve e o balançou facilmente de um lado para o outro e até mesmo acima de sua cabeça.

"O Escudo da Fé carrega o emblema da obra acabada da Cruz, de onde todas as suas graças surgem. É com o que você se defende - a sua fé na sua cidadania e em quem é o seu soberano. Fé no fato de que vocês são comissionados e em boas condições, e que todas as suas ações procedem da Verdade e do Amor.

“Em fé, você terá a compreensão de que seus pés carregam a mensagem de paz, perdão e boa vontade para todos os homens. Tudo deve ser defendido pela Fé, entendendo que cada item é real e verdadeiro - é verdade que você está disposta a morrer por isso, assim como eu fiz.

“Com o Escudo da Fé, você está protegida dos dardos inflamados do inimigo, que deseja cortá-lo de Mim e isolá-lo. Ele usa táticas dissimuladas - mentiras, meias-verdades, torcendo e manipulando você até que você caia em suas mentiras.

Uma longa e brilhante lâmina de aço era a próxima. Ele segurou-a na vertical na frente deles por um momento, depois deslizou-a gentilmente na bainha ao lado dela enquanto falava.

"Agora é dada a Espada do Espírito. Literalmente, Minhas Palavras escritas através dos Apóstolos e Profetas, que permite que você derrote o erro com Minhas mesmas palavras. Não há dúvida sobre o que é certo e o que é errado; é dado a você em Minha Palavra e Você é capaz de dividir a verdade do erro até a medula de um osso com a ajuda do Meu Espírito Santo.

“Há tantos níveis de verdade que ilustram abundantemente o certo do errado. A verdade é sempre ponderada e examinada através das Escrituras, mas seu coração deve estar certo comigo e guiado pelo Meu Espírito - ou você vai inventar sua própria verdade, à parte de Mim. Ele parecerá e soará bom para o homem, mas estará cheio de erros.

“Finalmente calço os pés com as sandálias do amor e da paz fraternal”.*

Ele se afastou dela agora, para dar uma palavra final de instrução, um resumo do propósito e importância de tudo o que Ele acabara de dar a ela.

"O conhecimento da sua salvação é protegido pelo capacete.

“A certeza de que seu coração está certo comigo - A Couraça.

“Você está jurado à Verdade acima de todas as opiniões, defendido e dividido pelo Cinturão e pela Espada.

“E o seu caminho é de paz e amor fraternal - as sandálias. Se seus pés não estão devidamente calçados, você fará mais mal do que bem com a Espada. A ordem em que você coloca essas coisas é importante”.

Ele sorriu mais uma vez para ela.

“Você se lembra que eu te disse uma vez? Que você nasceu para um tempo como este, como a rainha Ester?

Seus olhos estavam tão abertos quanto possível e tudo o que ela podia fazer era acenar com a cabeça solenemente.

“Agora você está pronta para ficar comigo e lutar contra as criaturas que você permitiu um lugar em sua alma. Você se arrependeu, e esse é o primeiro passo. Eu te perdoei – esse é o segundo. Agora, juntos, usaremos a Autoridade do Meu Nome Acima de Todos os Nomes e sairemos para a Vitória - a mesma Vitória que ganhei para você e todos os Meus filhos na Cruz.

“Hannah. Veja."

Ele apontou para os galhos do mato e de repente ela pôde ver dezenas de criaturas feias agarradas a eles. Com medo de sua presença, eles ficaram tão longe quanto podiam. No entanto, até agora, eles haviam recebido permissão para estar exatamente onde estavam e não iriam embora a menos que fossem embora.

Alguns começavam a cuspir na direção deles; alguns tinham minúsculas facas e outras armas em suas mãos, preparando-se para jogá-las.

Sua primeira reação foi gritar! Mas Ele permaneceu calmo e forte ao lado dela - e ela estava toda coberta pela Armadura.

A coragem corria através dela de repente.

"O que eu faço, Senhor?" Ela perguntou baixinho.

“Não demonstre medo - é disso que eles se alimentam. Seja forte. Seja de coragem. Chame meu nome. Use a Autoridade do Meu Nome para bani-los. Amarre-os primeiro com correntes. Ordene-os com suas palavras, apoiados por minha autoridade. Então exija que eles vão para o Abismo, de onde eles vieram.

"Se eles hesitarem, mesmo uma fração do tempo, invoquem os Meus Anjos Guerreiros e eles o ajudarão."

Ainda não tendo certeza do que estava fazendo, ela gritou timidamente: “No Nome de Jesus, eu ordeno a todos vocês que sejam atados com correntes.” E então algumas pequenas cadeias se enrolaram em volta das menores.

Os demônios maiores apenas riam dela.

Antes que ela pudesse entrar em pânico novamente, Ele disse baixinho para ela:

“Acredite, Hanna. Tenha Fé e Confiança.

Ele se inclinou para sussurrar em seu ouvido.

“Eu te pergunto de novo:

"Você confia em mim?"

Ele já havia feito essa pergunta várias vezes, e sua resposta estava ficando mais fácil a cada vez. Ela tinha muita história com Ele agora. Ela percebeu que nada a tinha prejudicado neste lugar, em Sua presença. Qualquer coisa que ela pensasse tinha sido apenas um pensamento, não uma realidade.
Um medo, não uma verdade.

"Sim, Senhor", declarou ela. "Eu confio em ti"

“Então fale corajosamente, com confiança de que o Meu Nome realizará o que você manda.”

Hannah olhou para os arbustos novamente e rapidamente colocou o escudo sobre a cabeça - algumas flechas e uma faca haviam sido jogadas contra ela quando ela não estava olhando. Ela balançou o escudo com facilidade e ouviu o baque, baque, ping das armas os acertando. O ataque fez algo inchar dentro dela e ela falou novamente, mais alto. Com mais confiança.

“No Nome e na Autoridade de Jesus Cristo, SEJA CRIADO correntes!

“Seja banido para o Abismo - AGORA!”

Em meio a uma cacofonia de guinchos e gritos, a maior parte dos demônios foi envolvida em volta e em volta com grossas e pesadas correntes e arrancada daquela jaula de galhos como peixes fisgados e puxados de uma lagoa. Logo, restava apenas meia dúzia das criaturas.

Eles não estavam mais posando; nem estavam ameaçando com suas armas.

Mas eles ainda estavam lá.

"O que mais eu disse, você se lembra?" Ele falou baixinho, nunca tirando os olhos dos lacaios restantes.

Sim, ela fez!

“Na Autoridade do Nome de Jesus, eu envio você agora para o Abismo e eu chamo os Anjos do Guerreiro Sagrado para chegar até lá!” Ela falou com firme determinação agora. E ela podia sentir a autoridade do Seu Nome fluindo através dela, sentir o poder do Seu Nome desalojando seu domínio e forçando-os a obedecerem.

Imediatamente, quando terminou de falar, apareceu um pelotão inteiro de anjos, cada um vestindo uma armadura de prata reluzente, com um vermelho escarlate. Eles tinham espadas nas mãos, escudos altos, negócios mortais em seus olhos. Uma dúzia ou mais daqueles demônios estavam dentro da gaiola. O resto fez um anel ao redor do perímetro.

Ao vê-los, os demônios restantes fugiram e não foram mais vistos. Aqueles anjos que ficaram no perímetro voaram para trás para se certificar de que alcançaram seu destino.

O Líder do Pelotão veio diante de Jesus e Hannah agora, tocou seu próprio peito com um punho poderoso e se curvou para seu Rei e Comandante. Ele ficou em pé novamente, olhando para o seu Mestre para mais instruções.

Jesus sorriu seriamente (essa é a única maneira de Hannah pensar nisso) e se dirigir a Ele.

“Você fez bem, Ardeshir. Meus agradecimentos a você e seus companheiros.

O anjo se virou para olhar para Hannah, mas a ferocidade em seu rosto a fez recuar um pouco. Nenhum pensamento único foi revelado em seu rosto tão sólido e sombrio, mas ele deu-lhe um arco curto, virou-se e o restante do pelotão rapidamente voou para longe.

"Uau" foi como uma expressão infantil. Ela não se sentia merecida pelo que acabara de acontecer.
Hannah permaneceu sem fala, tentando absorver tudo aquilo, imaginando como ela viveria uma vida "normal" novamente depois disso.

A risada do Senhor parecia fora de lugar com esses pensamentos e então ela se virou para Ele, um pouco irritada.

"Doce, querida Hannah." Ele sorriu e envolveu-a em seus braços. A armadura desapareceu da vista dela no momento em que Ele a tocou. Ele também falou sobre isso, antecipando as perguntas dela.

“A armadura ainda está com você, por enquanto. Você deve aprender a pedir-me todos os dias. Como a armadura física, suas batalhas podem desgastar e enfraquecer a armadura no espiritual e devem ser renovadas com frequência. Eu sempre darei a você - você só tem que pedir.

Ele se inclinou e beijou sua testa.

“Eu sei que parece impossível para você agora, que você jamais esqueceria até mesmo o mais ínfimo detalhe do que você viu, fez e experimentou aqui hoje. Infelizmente, o mundo logo irá confundir e roubar muito de você. Mas você vai se lembrar, eu irei te ajudar. Você precisará vir a Mim muitas vezes para reter o que eu te ensino, para torná-la uma parte verdadeira do seu coração, sua mente e seu pensamento.

“É tão importante agora que você passe tempo comigo. Leia a minha palavra com frequência. Fale comigo frequentemente. Passe tempo em adoração a Mim, ouvindo música que inche sua alma e leve seu coração ao Meu coração. Mesmo quando não estou ao seu lado, você me vê, estou sempre ao seu lado. Eu sempre ouço você.

Ele olhou em volta para os arbustos ainda os envolvendo e riu mais uma vez.

"Agora ... como você acha que sairemos disso?"

Isso estava se tornando um jogo familiar. Ele fez uma pergunta - e logo estava ocupando-se com algo ao seu lado, longe de sua visão. Ele começou a cantarolar uma pequena canção para Si mesmo, e então deu as costas a ela para prestar melhor atenção ao que quer que estivesse fazendo. Ela podia ouvir o estalo dEle quebrando alguns dos galhos menores, mas Ele não parecia estar fazendo nenhum progresso com a planta.

Ou muito esforço, para esse assunto.

Ela nem tinha pensado na planta, ela estava tão envolvida com a batalha.

"Eu acho que eu imaginei que seria com os demônios", ela pensou intrigada. "Eu sei que Ele não vai me responder se eu perguntar! Ele nunca faz isso quando Ele começa a mexer com outra coisa."
Ela sorriu, pensando nisso. Ele era ... a pessoa mais incrível e encantadora que ela já conheceu, em toda a sua vida. E uma onda de amor encheu seu coração por Ele, apenas O observando.

Feliz por participar do jogo, agora ela se concentrou no problema, determinou que deveria encontrar a resposta sem que Ele lhe dissesse primeiro.

O que causou a planta a crescer em primeiro lugar? Ela escolheu sua primeira pista.

Ela entendeu isso - um coração amargo; sentimentos amargos.

Falta de perdão e raiva.

Isso fez com que ela parasse também. Ela não tinha o direito de ficar zangada, magoada e até mesmo amarga com o tratamento dos pais dela sobre ela? Ela ponderou isso por alguns instantes - e foi pega nesse ponto, incapaz de resolver isso em sua mente. Seus olhos percorreram a planta enquanto pensava, encolhendo-se no comprimento e na nitidez dos espinhos ao longo dos galhos. Quando ela olhou, notou que um pedaço do outro lado parecia diferente do resto, e ela foi até lá para examiná-lo mais de perto.

Essa parte do espinheiro parecia ter crescido de modo a ficar enrolada em círculos, pendurada horizontalmente, talvez um pé acima da cabeça.

Ou, pelo menos, quase parecia ...

Assim que esse pensamentos se formaram, Sua cabeça apareceu, envolvida pelo espinheiro. Agora como uma Coroa cruel e tortuosa, os espinhos perfuravam Sua pele em vários lugares e o sangue escorria de cada um. Seu rosto inteiro estava ensanguentado e machucado, obviamente espancado.
Ela recuou horrorizada e olhou para trás.

Mas Ele ainda estava lá, se mexendo nos arbustos, de costas para ela.

“O que é isso? Como ...?”

Ela se virou para os arbustos e não conseguia tirar os olhos da vista. O Jesus na Coroa abriu os olhos e olhou para ela. Eles refletiam grande dor; mas muito mais, grande amor e compaixão. Não havia condenação em Seus olhos, embora ela soubesse que, de alguma forma, Ele estava pagando por seus próprios pecados com aquela Coroa também. A imagem fechou os olhos novamente, em óbvia agonia, ergueu o rosto para o céu e gritou: “Pai! Perdoe eles. Eles não entendem o que estão fazendo!

A imagem desapareceu agora, deixando-a novamente com seus pensamentos.

As lágrimas subiram e transbordaram, escorrendo por suas bochechas até o chão.

“Você fez isso por mim, Senhor – eu sei agora. Você deixa eles fazerem tudo isso com você ...
 E então a compreensão veio inundando novamente.

"Mas você não estava bravo com eles? Você estava? Você ainda os amava! Mesmo os soldados. Mesmo aqueles que clamaram para crucificar você."

"Você os perdoou, Senhor. Você me perdoou."

Sua voz veio como um pequeno sussurro. "Você quer que eu os perdoe, você não, Senhor?" Ela falou, tanto para si mesma quanto para Ele. "E porque é isso que você quer, é o que eu vou ter que fazer."
Ela sentiu que a carne na carne de Jesus havia se movido por trás dela agora, e ela se virou para olhar para o rosto dele. Nenhuma palavra trocada entre eles. Ele sabia. Ela sabia que Ele sabia. Ele se moveu novamente para tomá-la em seus braços, colocando a cabeça dela entre o coração dEle.

"Mas eu não sei como!" Seu coração gemeu por dentro. "Tudo isso dói muito ..."

Ela colocou os braços ao redor de sua cintura novamente e suspirou.

"Como, Senhor?"

Espero que você tenha gostado da interação de Hannah com Jesus. Eu tenho que dizer - Ele é muito parecido com o Jesus que eu apresentei aqui. Tipo. Concurso. Amoroso. Firme quando Ele tem que nos corrigir, mas imediatamente nos trazendo de volta aos Seus braços. E engraçado! Ele tem um senso de humor muito bem desenvolvido!

Nós tínhamos o PDF deste livro no site do Heartdweller's.org, mas pedi a Mike para colocá-lo em espera por um tempo. O Senhor me disse na semana passada que Ele quer que eu publique, e há algumas revisões com as quais Ele está me ajudando primeiro.

Estamos concentrando nossa atenção em obter o livro de Clare sobre Maria para que seja publicado. Ele está esperando o sétimo ensinamento de Clare sobre Maria em sua série. Isso será em breve.
E então o livro de Hannah será o próximo projeto a ser concluído. Eu estou esperando talvez até o final de abril.

O Senhor abençoe seu dia hoje, Moradores do Coração. Vocês são muito amados e apreciados. Por favor, não parem de orar por todos nós - Clare, Ezekiel, eu, toda a nossa equipe de oração. O inimigo nunca desiste! Mas por Sua graça e suas orações, nós continuaremos. Obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário