quarta-feira, 14 de outubro de 2020

O Jardim Murcho

O Jardim Murcho
The Wilted Garden
14 de Outubro, 2020

 Meus queridos amigos, por favor, orem por mim. Ainda estou lutando com minha fraqueza, embora tenha conquistado um grande terreno, ainda há poucas tentações a vencer. Não estou surpresa com minhas fraquezas, apenas enojada. Obviamente, isso é algo que demorará um pouco para ser conquistado. Como resultado, eu estive me perguntando se o Senhor falaria comigo hoje. Eu senti como se Ele tivesse me dado tantas graças e como uma garotinha travessa ainda me abro à tentação. Sinto como se tivesse presumido Sua misericórdia. Então, entrei em adoração, me sentindo envergonhada com a minha cabeça baixa.

Jesus falou comigo imediatamente: "Não quero que você se afaste, estamos trabalhando nessa reação instintiva com você. Eu estou aqui, vamos trabalhar nesta Minha Noiva.”

Só então senti o impulso de ir até minhas fichas e pegar uma, depois outra e outra.

O primeiro cartão de Rhema foi: “Sua esperança não será destruída.” Bem, qual é a minha esperança? Minha esperança é que Jesus continue a ficar perto de mim.

O Segundo cartão foi: “Na minha imagem divina Eu te fiz”. E tinha uma imagem de uma coroa. Então, eu me senti erguida da minha poça de lama. Ele ainda está comigo, milagre dos milagres. Portanto, é seguro ouvi-lo e até falar com Ele. Porque normalmente eu me retiro.

O Terceiro Cartão foi: "Você já não se viu o suficiente para convencê-lo de que não tem mais motivo para se erguer em julgamento contra os outros?" BINGO! Entendi. Eu havia aberto uma porta para a tentação do pecado de julgamento.

Eu entendo Jesus. Você está certo, eu julguei, mas como faço para lidar com situações que parecem muito tóxicas de fora olhando para dentro? Especialmente quando você menciona que há mentiras acontecendo.

Ele respondeu: “Espero que você venha a Mim e Me peça para revelar a você os detalhes e, ao mesmo tempo, ore para que eles sejam condenados. Você é uma mãe, não uma vítima. Todos vocês têm um filho dentro de si, mas seu trabalho não é julgar, mas encorajar e elevar, advertir e ficar ao lado dos mais fracos.

Há uma certa dose de condenação que acompanha o julgamento, é aí que reside o pecado. Você pode ver o pecado, mas você julgou o pecador. É por isso que devo deixá-la cair de cara no chão em sua própria poça de lama. Veja seu pecado, perceba que você não é melhor e venha a Mim para obter respostas. Se você não obtiver as respostas que procura, seja paciente e apoie aquela alma. Com o tempo, revelarei muito a você. O que muitos líderes erram é que eles lavam as mãos acerca das almas quando Eu gostaria que eles ficassem com elas. Eu nunca abandonei você, não é?"

Não que eu saiba?

“Bem, você também nunca deve abandonar uma alma. Continue a orar por elas. Pode levar uma vida inteira, mas suas orações farão parte da Minha solução, tanto para o seu estado de espírito quanto para elas. Não desejo ver sementes de amargura em Minhas Noivas. As flores do Jardim da sua alma, que plantei, são muito delicadas. Raízes amargas crescem em Árvores Amargas, árvores amargas produzem frutos amargos que emitem um odor nocivo que pode murchar todas as flores em seu jardim. Mais uma vez, não se trata de uma plantinha, é uma árvore, com raízes que se espalham por todos os cantos do jardim, e uma copa cheia de espinhos e que lança sombras onde deveria haver sol.

Oh, você vê Clare, amargo, amargo, amargo, é o julgamento e isso leva à morte. É um veneno mortal que invade um jardim e com o tempo fará com que todas as belas flores e árvores frutíferas murchem. É isso que você quer?"

Não, Senhor.

"Bem, olhe para o seu jardim, amada."

E então eu vi um jardim fechado que estava coberto com algum tipo de pó marrom que estava fazendo com que as outras plantas se desintegrassem em poças viscosas. Mais uma vez, foi cercado por enxames de feios insetos voadores, alimentando-se da substância amarga e transferindo-a como pólen de flor em flor.

Jesus continuou: “Esse é o estado da sua alma agora. Tem acumulado amargura por causa do julgamento. E cada vez que você julga, as raízes recebem uma alimentação fresca que faz com que a árvore se espalhe ainda mais e derrube frutos nocivos no solo. Este é um estado muito sério. O julgamento se tornou um hábito para você ao longo dos anos. Quando você morava sozinha, ficava restrito a poucas pessoas. Mas na comunidade é um gotejamento irritante constante porque há tantas coisas que acontecem com o potencial de irritar você.

A resposta é simples. Quando você vir algo que não está certo, ore rapidamente por essa alma e deixe-o cair. Se for um problema recorrente, procure-Me para saber como ajudar essa alma. Ao mesmo tempo, traga à tona em sua própria vida algo semelhante, que você fez no passado. Leve em consideração a idade da pessoa e o estado de vida ao fazer isso. Então quero que você reserve um tempo, sente-se e conte suas virtudes. Quando terminar, você pode ficar chocado com toda a beleza e o bem que esqueceu. Pelo menos é isso que espero.

Não estou dizendo que você deve tolerar o pecado, de forma alguma, ele precisa ser tratado. Mas venha à alma como um pecador que foi ajudado por Mim a vencer seus pecados. E encoraja a alma que Comigo nada é impossível.”

Enquanto eu estava sentada aqui olhando para o meu jardim, as coisas começaram a melhorar, a coisa marrom feia desapareceu e as coisas estavam voltando ao normal.

E Jesus disse: “Quando você vê a verdade e se arrepende, a amargura é queimada pela luz da Verdade. Uma vela no topo de uma colina não pode ser escondida, mas virtudes e dons podem ser escondidos e inoperantes sob a cobertura do pecado. Sempre veja os outros como melhores do que você. Isso não é apenas saudável, é a Verdade. Você não tem ideia do tipo de alma que você seria agora se tivesse passado pelo que outra pessoa passou, com os recursos limitados em que nasceram. A amargura mata, a bondade traz Vida.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário