janeiro 12, 2022

A Extinção dos Inocentes

A Extinção dos Inocentes
Extinction of the Innocent
12 de Janeiro, 2022

Querido Senhor, em Seu amor por nós, proteja contra a maldade e intenção prejudicial àqueles queridos indefesos e inconscientes a quem Você deu o dom da vida. Obrigado porque os planos malignos para prejudicar os inocentes falharão e a conversão daqueles que executam esses planos. Amém.

"Estou aqui mãe, apenas por pouco."

“Foram dias difíceis. Mas vai valer muito a pena no final. Eu sou tão abençoada que você esteja orando por esses pobres que foram destinados à extinção. Clare, isso está acontecendo em todo o mundo em lugares diferentes. Os alvos estão fora da vista do público, mas há muito são alvos de extinção. Com a disponibilidade de informações de DNA, certos grupos são marcados como indesejáveis”. 

Jesus começou: “Devo dizer, não há humano que Eu chame de indesejável, não, nem mesmo um. No entanto, isso está sendo feito por homens maus que querem continuar a produzir uma raça de seu agrado. Eles no final serão varridos da terra e habitarão o inferno. Estes são agentes de Satanás que não têm consciência alguma e ainda inventam em seus sonhos uma raça superior.

“Minha pomba, as atrocidades do mundo estão realmente além da compreensão. Eu amo a variedade que criei através da espécie humana. Eu amo suas tradições, suas canções, sua arte, seus próprios seres e muitos estão entre os mais humildes da terra. Quando Eu voltar, tal coisa nunca vai acontecer novamente. Mas, por enquanto, a tolice do homem prevalece.

“Ore por essas vítimas inocentes da raiva e ignorância do homem. Ore para que eles sobrevivam como uma raça e algum dia Eu os glorificarei.” (Pensei em todas as piadas polonesas dos anos 60 e no que Deus fez com Faustina e o Papa João Paulo II). Jesus continuou: “Vocês que determinam quem pode viver e quem deve morrer, vocês que julgam por sinais externos de desprezo, vocês que pensam que são a raça superior e tão inteligente, são vocês que são os canalhas, não essas raças inocentes. Você não pode ver isso agora, mas você verá do Inferno se não se arrepender.

“Toda alma, toda raça, toda criança é absolutamente preciosa para Mim com um dom predestinado para contribuir com a humanidade. Que tolice aqueles que não podem reconhecer isso. Portanto, protegerei seus direitos e os ressuscitarei das cinzas, enquanto a prole de víboras certamente fará sua cama no inferno. São os pequenos e os pobres que têm alguns dos dons mais importantes para compartilhar com sua cultura, uma vez que se acostumam a um estilo de vida que apoia quem eles realmente são.

“No milênio não haverá um ser humano inútil, todos serão guiados e providos para alcançar o ápice de seus seres e tantas áreas da arte, da música e do estilo de vida que todos ficarão maravilhados com as grandes coisas que eles aprenderão com eles.

“Cada alma que coloco na terra tem um destino muito especial, mas primeiro ela terá que ser reorientada de ter que viver em necessidade contínua, para poder receber os muitos presentes que vou conceder a ela. Essas almas são tão simples que confiar estritamente em Mim é o pão de cada dia. Isso realmente é algo que eles vão contribuir para o mundo. Quão abençoados todos vocês serão na presença desses pequeninos. Eles vão sobreviver e se recuperar da extinção. Uma das razões pelas quais Satanás os odeia tanto é sua confiança em Mim, isso é uma abominação para eles, então eles inventam maneiras de torná-los inaceitáveis para a sociedade.

“Mas vocês, Meus Filhos, desfrutarão de sua doce companhia e se deleitarão em sua simplicidade. Eles vão ensinar pelo exemplo o que você tem tentado aprender com São Francisco. Novamente, esta é uma entre muitas razões para sua extinção. Se o homem não pudesse viver em seu auge em uma cultura simples e descomplicada, Eu nunca teria escolhido esse estilo de vida como o Meu. Mas isso foi dado como um exemplo a você. Oh, o mundo será tão diferente do que você agora chama de culto.”

Deus os abençoe queridos Moradores do Coração e obrigado por orar por esses inocentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário